Dicas para cuidar de sua miniatura


Como limpar uma miniatura

A principal pergunta de todo o colecionador e como limpar uma miniatura. As miniaturas são objetos frágeis e suas pinturas mais delicadas ainda, pois acamada é tão fina que qualquer coisa pode removê-la.
Ao comprar uma miniatura de metal em escala que esteja suja, sempre limpe a parte externa com um pano macio e seco, se não adiantar, umedeça o pano, comágua e um “pouquinho” de detergente neutro, e limpe com movimentos leves, para evitar estragar algum adesivo.
A parte interna deve ser limpa com cotonetes úmidos e depois seco com cotonetes secos, não deixe molhado, pois pode ocasionar mofo.
Se mesmo após a limpeza a pintura estive muito “apagada” coloque em uma flanela seca “bem pouquinho” de lustra móveis a base de silicone, não abrasivo,e passe em movimentos circulares, EVITANDO passar sobre os adesivos. Os resultados são muito bons.

Como armazenar uma miniatura

Outra questão importante diz respeito ao armazenamento, evite deixar sua miniexposta ao pó, pois se assim for, você terá sérios problemas para mantê-la em bom estado, entretanto, mesmo armazenando a mini em uma estante fechada ou display feito sob medida também pode ser perigoso…
As miniaturas têm tinta, têm pneus de borracha, etc., tudo isto é composto porderivados de petróleo, automaticamente, podem liberar gases que combinados com outros compostos do local de armazenamento podem ocasionar reações químicas que com o tempo podem danificar a miniatura, neste caso, sempre tenha alguns cuidados, como abrir periodicamente o local de armazenamento,nem que seja por 1 minuto, para liberar os gases; se as prateleiras forem de vidro, não coloque a miniatura diretamente sobre o vidro, pois é muito comum o chamado “derretimento” dos pneus, que é ocasionado por reações químicas do vidro e da borracha, use uma base expositora, ou coloque uma simples “caixinhade fósforo” sob a mini, suspendendo-a. Se a prateleira for de madeira pintada ou envernizada, coloque um feltro sobre a prateleira, forrando a mesma, evitando as reações químicas da tinta do expositor com as borracha das minis.
Outra dica importante é periodicamente, girar as rodas da miniatura, pois como passar do tempo e o peso da miniatura estática, os pneus vão ovalando-se, portanto, um simples ato de girar a roda, mudando o locar de pressão já resolve.
Evite colocar suas miniaturas sob ação direta da luz, pois pode ocasionar o desbotamento da pintura, como ocorre nos carros reais, evite também o calor excessivo e a umidade.
Uma dica legal para evitar a umidade, é colocar alguns saquinhos de sílica gel no expositor, na proporção de 50% a 75%, ou seja, a cada 2 ou 6 miniaturas (1:18,1:24 ou 1:43) um saquinho de sílica gel de 5 cm x 5 cm.

Como restaurar uma miniatura

Já no quesito restauração, tudo é muito delicado e deve ser avaliado caso-a-caso, por exemplo, é comum a pintura descascar, se isto ocorrer, você pode retocar a pintura, mas você deve ter a certeza de obter a tinta da cor exata, para tal, busque referências, pois não confie no visual, pois a cor de uma tinta seca é diferente da molhada… A utilização de pincéis deve ocorrer somente quando são pequenos “picos” na pintura, pois se o espaço for maior, o resultado será horroroso, pois certamente as pinceladas ficarão evidentes. Também evite as tintas em spray, pois o resultado final será o do aspecto de “casca de laranja”, portanto, será péssimo. Para pintar superfícies maiores que pequenos picos, é necessário um aerógrafo.
Se o defeito for dobradiças quebradas por exemplo, descarte a solda, pois normalmente é inviável soldar o Zamac (liga metálica que compõe a miniatura), a alternativa para estes casos como para quebrados de partes plásticas é a utilizaçãode colas fortes, estilo Super Bonder, mas nunca coloque a cola diretamente no ponto a ser colado, pois é muito comum um excesso de cola sair e você “inundar”sua mini de cola, o que será uma trajédia irreparável… portanto, a dica é colocar um pouco de cola em uma tampinha e com um alfinete ou palito de fósforo ou dente, colher um pouco de cola e colocar no ponto a ser colado, até obter a fixação.
Em caso de pneus rachados, a dica é utilizar colas com base de silicone para colar os mesmos e, se houver partes faltantes, pode-se preencher com massa epóxi, técnica utilizada no plastimodelismo.
Acredito que com estas dicas, você evitará os danos mais comuns e recuperará pequenos defeitos, mantendo a beleza original de sua miniatura.

Fonte:www.cuidedesuaminiatura.com.br

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Dicas para cuidar de sua miniatura

  1. Cado disse:

    Bem interessante, há uma grande diferença entre uma miniatura bem conservada e aquela que é deixada de lado em uma prateleira qualquer. Muito obrigado pela dica e não deixe de visitar http://chemacchina.blogspot.com/. Valeu.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s